Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Ícone da Seção
janeiro, 2024

Cabanha Figueira: cavalos e outros animais

Propriedade especializada no cuidado de cavalos também tem criação de animais como coelho, cabrito, pavão e outros.
Compartilhe:
Atualizado em 05/01/2024
Foto: Luli Aguzzi / Destino POA

Sabe aquelas fazendas de novela? Essa é a sensação que a Cabanha Figueira passa, quando tu cruza a porteira. O casarão da propriedade, no entanto, não é a mansão onde vive a família, como na teledramaturgia, mas sim a hospedagem de cavalos. O animal é a grande estrela do local, que oferece passeios, exposição e, ainda, tem disputas de tiro de laço – um esporte bem gaúcho! Tudo que tu observar por lá já foi um sonho do Claudinho, o proprietário. A esposa Cíntia, que é quem recebe os visitantes, conta que, quando ele era guri, ia ajudar o pai a pintar as cercas da propriedade e sonhava em, um dia, viver naquele lugar. Hoje, a Cabanha é um espaço de conexão com a natureza e com os animais, aberto a visitantes.

Foto: Luli Aguzzi / Destino POA

O lar dos cavalos 

Os gaúchos têm uma conexão muito grande com os cavalos. Dizem, inclusive, que no Rio Grande do Sul, o melhor amigo do homem não é o cachorro. E na Cabanha Figueira, os cavalos são tratados com toda pompa de um grande amigo e companheiro. Além da hospedagem, o local tem passeio por R$60 e a experiência é incrível – os mais experientes (ou corajosos) podem até se atrever a entrar no rio na garupa dos animais. A propriedade realiza, ainda, exposição de cavalo crioulo, treinamentos e torneios de tiro de laço (aliás, é o único lugar de Porto Alegre onde tem a prática do esporte) e rodeios. A filha da Cíntia e do Claudinho, a Thaiane, é uma das grandes estrelas e mostra que as prendas também mandam bem nas tradições gaúchas.

Foto: Luli Aguzzi / Destino POA

Vivência com outros animais 

Mas nem só de cavalos vive a linda propriedade do bairro Lami. Por lá, os animais do campo são criados soltos – tem galinha, pavão, cabrito, coelho. E, naturalmente, outros bichos selvagens também aparecem na região, como capivaras, garças e bugios. A visitação na propriedade custa R$15 e não precisa de agendamento, é só chegar. O espaço pode ser utilizado livremente para piqueniques e churrascos. Com grupos de mais de 10 pessoas, a Cíntia faz um passeio guiado e apresenta “o portal”. Um lugar que a família considera místico. O encontro de duas árvores forma um arco e ela acredita que, quem passa ali, deixa tudo de ruim para trás e leva só energia boa. Ah! Vale também verificar a disponibilidade do passeio na carreta de boi. A criançada adora!

Foto: Luli Aguzzi / Destino POA

Outros artigos relacionados

Artigo
Propriedade localizada no extremo sul da cidade, tem day use com comida caseira, passeios a cavalo e vivências com animais do campo.
Artigo
Um dos lugares mais representativos de Porto Alegre, a Praça Marechal Deodoro, abriga alguns dos prédios mais antigos da cidade
Artigo
Uma das mais antigas da cidade, a Rua Fernando Machado encanta pelo aspecto residencial e causa curiosidade pelos mistérios.

O que fazer em Porto Alegre?

A capital gaúcha é cosmopolita como uma metrópole e acolhedora como uma pequena cidade do interior. A cada estação do ano se reinventa para oferecer o melhor no calor do verão, no frio do inverno, no colorido da primavera e no charme do outono. Escolhe qual Porto Alegre conhecer e encontra a TUA!

POA ao

Ar Livre

POA da

Cultura

Por

POA da

Gastronomia

Por

POA da

Inovação

POA da

Noite

POA da

Orla

POA das

Cervejarias

POA das

Compras

POA das

Crianças

POA dos

Esportes

Patrocinadores que fomentam a iniciativa